Cardápio

[Frame]: Tudo Acontece em Elizabethtown

01:59



Olá leitores!

Já faz um tempo que o nosso minuto do cinema anda ausente aqui no blog. Sendo assim, decidi compartilhar com vocês um pouco de Tudo Acontece em Elizabethtown. Esse é um dos meu filmes prediletos e são tanto motivos que o colocaram na minha lista de queridinhos que eu poderia passar horas explicando porque gosto tanto dessa história. Talvez tenha alguma relação com o texto, o roteiro, a fotografia e com certeza a trilha sonora. Então vamos ao frame de maio:



“Você tem cinco minutos para mergulhar na tristeza profunda. 
Aproveite, desfrute, descarte... e siga em frente!"



Sinopse: Em Tudo Acontece em Elizabethtown, lançado em 2005, acompanhamos Drew Baylor (Orlando Bloom) ser demitido após provocar um prejuízo de quase um bilhão de dólares para a empresa em que trabalhava. Indo para Elizabethtown em virtude da morte de seu pai, Drew conhece Claire (Kirsten Dunst). Ela é bonita, tem um temperamento inabalavelmente positivo e decidiu ser a garota que vai guiar Drew de volta para casa e ensinar a ele o que significa viver e amar durante o caminho.





O que acharam do quote cinematográfico desse mês? Já conheciam o filme?
Érika Rodrigues

Divulgação

[Divulgação]: Lançamentos Editora Gente e Editora Única

16:43


Olá leitores!

Hoje apresento os lançamentos de maio das editoras Gente e Única, parceiras aqui do blog. Confere aí que tem muita coisa legal chegando nas livrarias.



Minha vida dava um livro - Guilherme Cepeda e Larissa Azevedo

A vida muitas vezes é tão maluca que chegamos a nos questionar se o que vivemos é realidade ou ficção. Experimentamos momentos e construímos enredos com tanta frequência que não surpreende pensarmos que nossa vida dava um livro. E dava mesmo! Que tal, então, escrevê-lo aqui?
Se você é louco por livros tanto quanto nós, se perde o ponto e dorme tarde porque simplesmente não consegue deixar de terminar pelo menos mais um capítulo ou se já não sabe mais quantos livros leu e quantas vezes teve a vida salva por uma história, aqui estão as páginas que o aceitam e compreendem. Transforme seus sonhos, citações, lembranças e, principalmente, palavras na narrativa mais empolgante e emocionante que existe: a sua vida! E, claro, não se esqueça de compartilhar. Acesse nossa página facebook.com/serieminhavida e faça parte do nosso clube. Acompanhe a #SerieMinhaVida e divida conosco sua história. 



A Canção de Alanna -  Tamora Pierce

A coisa que Alanna mais quer no mundo é ser uma guerreira extraordinária, que vença batalhas e consiga ajudar as pessoas. Ela só tem um problema: no reino de Tortall, meninas não lutam, ou melhor, não fazem quase nada. Então, para realizar seu sonho, ela deve arriscar a própria vida tornando-se Alan de Trebond.
Esta é sua primeira aventura, e pode ser a última caso ela não seja forte o bastante para superar as próprias limitações e controlar sua magia, que é mais poderosa do que a maioria das pessoas pode suportar. Para piorar, Alanna é a única capaz de combater o mal que se abateu sobre o reino de Tortall. Está em suas mãos salvar o herdeiro do trono e derrotar os seres milenares que habitam a terrível e amaldiçoada Cidade Negra. O fracasso não é uma opção. Sua grande batalha já começou. Ela pode morrer, ou pior: perder a própria alma para sempre!




Audácia - John Baldoni

Os líderes têm diante de si um grande desafio, mas também uma grande oportunidade: usar o poder de decisão e as responsabilidades que tal posição oferece de modo que não percam a fé e a confiança de seus colaboradores, e exerçam influência em todos os níveis do meio organizacional. Para isso, John Baldoni, consultor e coach de liderança reconhecido internacionalmente, nos brinda com um roteiro para líderes corajosos, determinados e comprometidos a fazer de sua missão uma trajetória de sucesso. Com histórias reais, pesquisas e entrevistas com CEOs de empresas renomadas, a obra explora a fibra e os conceitos essenciais para líderes de espírito inovador que buscam crescimento contínuo. E mais, você entende como desenvolver:
• Capacidade para realizar mudanças positivas ao seu redor.
• Impulso para buscar oportunidades.
• Alta performance a partir de suas habilidades únicas.
• Coragem para assumir riscos.
• Aptidão para engajar os talentos da organização.
• Resiliência para não desviar de seus objetivos. 


A ciência da cura - Doutor Luís Carlos Silveira

A modernidade parece ter se tornado o tempo não apenas das revoluções tecnológicas como também da falta de qualidade de vida. Rotinas exaustivas, cada vez mais problemas emocionais e, em consequência, recorrência de problemas físicos como desequilíbrio alimentar, dores, vícios, doenças graves. 
Sentimos que o corpo chega à beira de verdadeiros precipícios enquanto tentamos sobreviver neste mundo selvagem. Onde está a cura, esta que pode ser total – elimina todos os sintomas e recupera nosso estilo de vida? E se você soubesse quais doenças ainda terá, que dores ainda podem lhe afligir, a tempo de poder impedi-los? A proposta dessa obra é objetiva e poderosa: buscar não apenas a recuperação, mas, principalmente, a prevenção. Este não é apenas o relato da experiência de quem ajudou mais de 20 mil pessoas que estiveram no Kurotel, pelo contrário, é a partilha de conhecimentos que lhe ajudarão a trilhar um novo caminho de saúde para você e sua família. Mergulhe nas páginas desse livro e descubra como nasceu o Kurotel, seu método e sua filosofia. Com orientações práticas, receitas e informações confiáveis, nele você perceberá que viver melhor é um sonho que pode ser realizado a partir de hoje.


Você pode mais – 99% não é 100% - Marcos Scaldelai

Ser O cara é o maior sonho de qualquer pessoa que busca o sucesso. Seja você empresário, funcionário de carreira, artista ou autônomo. Deixar uma marca por onde passar, se tornar sinônimo de liderança e resultado – e isso tudo mantendo ótimos contatos, grandes amizades e cultivando a admiração de quem lhe conhece. É um sonho para a maioria das pessoas, porém uma realidade para Marcos Scaldelai.
Scaldelai surpreendeu a todos ao assumir a presidência da Bombril, uma das empresas mais tradicionais e respeitadas do Brasil, com apenas 36 anos, mas ele garante e comprova neste livro: nunca queimou nenhuma etapa. 
Apresentando as quatro competências globais para se destacar e brilhar em qualquer negócio, Scaldelai mostra ao leitor que ser 100% depende de você. Enquanto muitos se satisfazem ao atingir 99,9% dos resultados, quem realmente se destaca não se conforma.
Não deixe por menos, comece a nova era da sua carreira agora. 

O que acharam das novidades deste mês? 
Érika Rodrigues

Arqueiro

[Resenha]: Ligeiramente Casados (Mary Balogh)

23:42


Título: Ligeiramente Casados | Autora: Mary Balogh | Editora: Arqueiro | Edição: 1 | Nota: 

Sinopse: Os Bedwyns #1 - À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse "Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.

Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.

Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.

Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...

Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página.

*Livro cedido pela editora para resenha

Comentários

"- A senhora não deve de forma alguma desejar que fiquemos perto um do outro por mais do que um dia, tia Mari - falou Eve, irritada - Seria intolerável." 
Página 63

É bem verdade que os romances de época têm uma fórmula pronta, que geralmente envolve um romance, um impedimento a esse romance e um final feliz. No entanto, a consciência dessa estrutura não impede que vez ou outra a gente encontre uma narrativa bem original. E foi essa originalidade que me encantou em Ligeiramente Casados, da Mary Balogh.

A narrativa tem início no final de uma batalha entre França e Inglaterra na era napoleônica. Ao percorrer uma das áreas de batalhas e contar as perdas de seu exército, o coronel lorde Aidan Bedwyn encontra o coronel Percival Morris a beira da morte. Por ter sido salvo por Morris em outro momento, Aidan se ver no dever de perguntar o que poderia fazer por Morris e o último pedido do oficial foi proteção de sua irmã, custe o que custar.

A partir de então Aidan segue em direção ao Solar Ringwood, propriedade da irmã de coronel Morris, Eve, para dar a notícia da morte do irmão e se colocar a disposição para o que fosse necessário. Por ser orgulhosa, Eve declina de toda iniciativa de ajuda oferecida por Bedwin e o assegura que tudo está bem. No entanto, lorde Bedwin acaba descobrindo, meio que por acaso, que a jovem está prestes a perder sua propriedade e toda a sua fortuna, e que a única possibilidade de salvar suas posses era por meio do casamento antes do primeiro aniversário de morte do pai. 

Aidan não é um daqueles mocinhos avessos ao casamento, mas esperava no mínimo casar com alguém que pudesse acompanhar sua vida militar. No entanto, o seu senso de responsabilidade e fidelidade à promessa fazem com que ele proponha a Eve um casamento de conveniência – assim ela seria capaz de manter sua fortuna e ele cumpriria a promessa. A ideia do coronel era casar, garantir a estabilidade da moça e depois partir e nunca mais encontrá-la, também fazia parte dos planos de Aidan que sua família não soubesse do enlace. 

Já é de se imaginar que quase nada do que foi planejado seguiu o rumo esperado. Uma série de acontecimentos faz com que o convívio dos dois seja bem maior do que o previsto e eles acabam descobrindo afinidades e se sentindo atraídos pelo outro. Nesse relacionamento é muito interessante observar como a personalidade dos personagens principais é bem distinta. Eve é sentimental, teimosa, orgulhosa e de maneira alguma se deixa intimidar por homens ou convenções sociais. Também é muito solidária, fato que a faz cuidar de uma grande quantidade de “incapazes”. Aidan é mais sério e bem rígido quanto a algumas convenções e por ser de uma família nobre ele traz em si até alguns preconceitos. 

Logo no primeiro parágrafo mencionei que Mary trouxe certa originalidade a Ligeiramente Casados. Meu argumento se justifica pelo fato da autora nos apresentar uma narrativa sem libertinos (algo muito comum nos romances de época) e por construir uma história a partir do casamento e não voltada para ele. Se ainda não ficou claro, essa é uma leitura mais que recomendada principalmente para os fãs do gênero.  

Érika Rodrigues                                                                                                                                                                                            

Cardápio

{Leitura Compartilhada}#3: A insustentável leveza do ser

02:40



O projeto Leitura Compartilhada, em parceria com a Francielle Couto (Universo Literário) e o Clóvis Marcelo (De Frente com os Livros), volta em sua 3ª edição. O livro da vez é “A Insustentável Leveza do Ser”, do Milan Kundera. Nossas resenhas individuais e vídeo com demais comentários você confere na última semana deste mês. Então, fique ligado!

A ideia é que com esse projeto nós possamos realizar uma mesma leitura em um mesmo período de tempo, com intuito de compartilhar com vocês nossas opiniões de uma forma mais dinâmica e divertida. E enquanto nossa leitura atual está sendo realizada, reveja (ou assista, caso ainda não tenha visto) o vídeo anterior, onde comentamos mais detalhes sobre o livro de "Eleanor & Park”, da Rainbow Rowell. Basta clicar AQUI.


O que acharam do título escolhido para esta edição do projeto?
Érika Rodrigues

Editora Gente

[Resenha]: Tudo o que você precisa saber sobre psicologia

15:33

Título: Tudo o que você precisa saber sobre psicologia | Autor: Paul Kleinman | Editora: Gente | Edição: 1 | Páginas: 256 | Nota: 4,5  de 5

Sinopse: Não importa se você está procurando por uma forma de começar a estudar Psicologia para depois se aprofundar, ou se simplesmente tem curiosidade em identificar as neuroses dos seus amigos, este livro possui as respostas sobre a mente humana que você não compreende ao acessar artigos acadêmicos.
Em uma revisão rápida e completa da Psicologia moderna, entenda as teorias mais importantes, os experimentos marcantes, as definições de síndromes e fenômenos sem precisar sofrer. Tudo isso ainda acompanhado de um resumo sobre a vida e as descobertas dos maiores nomes da Psicologia como Freud, Jung, Skinner, Maslow e muitos outros.
Embarque nessa jornada sobre a profundidade de nossa existência, questione o poder da consciência e o que nos torna humanos em um mundo tão cheio de variáveis. Aprenda com aqueles que moldaram nosso conhecimento sobre nós mesmos e ainda tenha a oportunidade de fazer os testes psicológicos mais clássicos – em uma linguagem fácil e divertida. Alguns dos temas que você encontra aqui: Sonhos, Hipnose, Teorias de liderança, Teorias da inteligência, Memória, Efeito espectador, Lados direito e esquerdo do cérebro, Informações sobre os maiores autores de Psicologia.

*Este livro foi cedido pela editora para resenha


Comentários


A leitura de Tudo o que você precisa saber sobre psicologia se deu como uma oportunidade de matar uma antiga curiosidade sobre tudo que envolve a mente humana e o nosso comportamento. O fato de não ser um livro que apresente uma narrativa pode deixar esse resenha complicada, mas tentarei abordar aqui o que mais me chamou atenção na proposta.

Tudo o que você precisa saber sobre psicologia tem a iniciativa de apresentar as terias, teóricos e experimentos psicológicos para aqueles que, assim como eu, não são familiarizados com esse ramo de estudo, mas tem interesse pelo tema. Para atingir o objetivo o autor divide o livro em pequenos capítulos a partir de um estudioso específico (como Freud. Murray) ou por tema (como sonho, personalidade, inteligência).

Nesses capítulos é possível conhecer de forma bem didática como cada um desses estudiosos desenvolveu seus experimentos e as conclusões a partir deles. Além de apresentar a teoria de forma descomplicada, o autor apresenta alguns esquemas ilustrados que resumem o estudo e facilitam a compreensão. Há ainda uma pequena bibliografia de cada pesquisador.

Dentre tudo que foi exposto gostei bastante das teorias sobre sonho, apego, hipnose e do perfil psicológico de Hitler. É realmente interessante perceber como estudiosos da mesma área chegam a conclusões diferentes sobre algo que é tão subjetivo. Também me deixou intrigada fato de perceber que algumas das primeiras experiências psicológicas são utilizadas como explicação para distúrbios tão modernos como síndrome do pânico, ansiedade.

Com certeza Tudo o que você precisa saber sobre psicologia é um leitura mais do que indicada. Não só por questões de saciar a curiosidade, mas pela oportunidade de adquirir conhecimento sobre questões que norteiam a vida de todo mundo. E o melhor de tudo: com uma linguagem acessível.


Érika Rodrigues