[Projeto Literário]: Eu sou livros

21:50



Olá leitores!



A proposta do Projeto Literário dessa semana é no mínimo curiosa: escolher três livros que me definem. Olha, eu pensei bastante e infelizmente não consegui escolher essa quantidade de definições literárias – talvez por nunca ter pensado sobre isso antes. O fato é que optei por apenas um livro.

O título que me define é “Morangos Mofados”, do Caio Fernando Abreu. O autor ficou muito conhecido por frases, nem sempre de sua autoria, em redes sociais, mas o Caio Fernando possui um obra vasta e em sua maioria publicada em forma de conto. “Morangos Mofados” reúne textos sobre o que há de mais profundo no ser humano. Temas como dor, fracasso, encontro, amor, busca e esperança permeiam as suas narrativas com linguagem acessível.

Sendo ainda mais específica, acredito que o conto que realmente me define em “Morangos Mofados” é “Natureza Viva”. Adoro a maneira como o autor descreve as inseguranças de um dos personagens e os receios dos seus próprios sentimentos. Bem como a eterna dúvida entre falar o que sente e correr o risco da rejeição ou calar e viver na nuvem das possibilidades não realizadas. 

Deixo aqui dois trechos que muito me agradam nesse conto:

Meditarias: as pessoas falam coisas, e por trás do que falam há o que sentem, e por trás do que sentem há o que são e nem sempre se mostra. Há os níveis não formulados, camadas imperceptíveis, fantasias que nem sempre controlamos, expectativas que quase nunca se cumprem e sobretudo, como dizias, emoções. Que nem se mostram.”

...

Mas sabes principalmente, com uma certa misericórdia doce por ti, por todos, que tudo passará um dia, quem sabe tão de repente quanto veio, ou lentamente, não importa. Por trás de todos os artifícios, só não saberás nunca que nesse exato momento tens a beleza insuportável da coisa inteiramente viva. Como um trapezista que só repara na ausência da rede após o salto lançado, acendes o abajur no canto da sala depois de apagar a luz mais forte no alto. E finalmente começas a falar.”

Érika Rodrigues

Também poderá gostar

5 comentários

  1. Que lindo! Olha, do Caio eu só li Pequenas Epifanias e fui conquistada, completamente! Tenho Morangos Mofados e pretendo ler assim que conseguir uma brechinha na fila de leitura, é um livro que desde muito tempo me faz ter altas expectativas, acho que porque foi o primeiro que quis muito ler do autor (apesar de ter decidido começar por Pequenas Epifanias).

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  2. Olá Erika,
    Vi esse projeto em um blog e achei muito legal.
    Amo as crônicas do Caio, mas desconhecia esse livro. Achei bem interessante.
    Vou pesquisar mais sobre ele e, quem sabe, ler.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu já ouvi falar bem desse livro, mas nunca fiquei empolgada em ler por serem textos, acho que tenho um bloqueio com textos e contos, não sei. Quem sabe eu melhore isto futuramente?

    Beijo,
    http://portaoazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que trechos incríveis você escolheu, Érika! Nunca li nada do Caio, acredita?! É uma vergonha, pode falar...
    Já fiz uma lista exatamente com essa proposta lá no blog, de livros que me definem,mas acho que minhas escolhas não foram tão profundas quanto a sua! :)

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  5. Essa é realmente uma pergunta muito difícil! Eu, lendo seu post hoje, não saberia que tipo de livro me definiria... Até porque sou de gêmeos e tenho múltiplas facetas! Hahaha

    Confesso que sempre dou risada quando vejo uma frase de Caio Fernando de Abreu no Facebook e fico esperando para ver se alguém tem coragem de publicar uma daquelas frases cheias de palavrão e obscenidades que ele escreveu... Hahahaha

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir