[Resenha]: Um mais um (Jojo Moyes)

22:48

Título: Um mais um | Autora: Jojo Moyes | Editora: Intrínseca | Edição: 1 | Páginas: 320 | Nota: 4 de 5

Sinopse: Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou.
Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno gênio da matemática, tem outro problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá?

Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de praia por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio. Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário.


Comentários

“Então certa vez Ed conheceu uma garota que era a pessoa mais otimista que ele já tinha vista. Uma garota que usava sandálias de dedo torcendo para a primavera chegar. Parecia saltitar pela vida como o Tigrão, do Ursinho Pooh. As coisas que abateriam a maioria das pessoas pareciam não afetá-la.” 
Página 211

Já não é novidade que Jojo Moyes é minha autora predileta. E mesmo iniciando cada leitura cheia de expectativas ainda consigo me surpreender com a criatividade e a sensibilidade com que a autora compõem cada uma de suas narrativas. “Um mais um” é uma jornada de emoções e através de cada capitulo somos levados ao riso, ao drama, ao romance e a entender como duas realidades tão distintas fazem mais sentido juntas do que separadas.

O livro tem quatro personagens principais e a narração é intercalada pela perspectiva de cada um deles: Jess é uma mãe solteira batalhadora que se desdobra entre dois empregos, as atividades domésticas e a criação dos dois filhos; Nicky é adolescente, enteado de Jess que devido a todo processo de separação acabou ficando sob os cuidados da moça, e além do afastamento do pai enfrenta diariamente diversas situações de bullying; Tanzie  - filha de Jess – tem dez anos e é uma criança prodígio da matemática; e Ed é um milionário da ramo de tecnologia que está enfrentando um processo judicial por divulgação de informações sigilosas.

Todo esse emaranhando de personagens tão diferentes se encontra a partir de Jess e Ed. Jess costuma fazer faxina na casa do milionário e um dia acaba encontrando-o em uma situação bem grosseira. Devido ao modo como se conheceram Jess passa a antipatizar Ed e reza para não encontrá-lo mais. No entanto, o destino coloca Ed em uma noite de bebedeira no mesmo bar que Jess trabalhava, mas ainda não é dessa vez que ela muda de opinião quanto a personalidade dele.

Jess enfrenta muitas dificuldades financeiras e não pode contar com o ex-marido para absolutamente nada, mas mesmo com as situações adversas que enfrenta ela encontra motivação em cada pequena possibilidade de dar um futuro melhor para seus filhos. E é num dessas oportunidades que a jornada desse livro tem início.

Tenzie havia sido indicada para um bolsa escolar em uma das melhores escolas da região, mas mesmo com o desconto oferecido Jess não poderia arcar com os custo anuais. Até que em um dia comum o professor da garota liga e informa que irá ocorrer um olimpíada de matemática cujo prêmio é um valor que daria para pagar os estudos de Tanzie. O problema é que a prova seria realizada na Escócia. Desesperada com o fato de que precisava agarrar aquela oportunidade Jess resolve ir de carro (com o seguro vencido e vários outros problemas) já que não poderia pagar pelas passagens de ida e volta dos três. E é óbvio que o plano deu errado logo no início quando a família é parada em um blitz.

Enquanto Jess tentava resolver as coisas com os policiais, Ed acaba passando pela mesma estrada e resolve ajudar. Oferece carona e embarca nessa viagem maluca com personagens tão atípicos. Mais do que uma oportunidade de ajudar alguém a viagem funciona para Ed como escape para tudo que envolvia o processo e o seu afastamento da própria empresa.

A viagem, bem como todo o livro, nos leva a conhecer um pouquinho melhor da personalidade e dos dramas que envolvem cada um dos personagens. Os quilômetros que aproximam a Inglaterra da Escócia nos aproximam também de cada característica que molda a personalidade dos quatro. Ressalto, no entanto, que há também inúmeros momentos divertidos e até mesmo algum romance nesse percurso. Tudo apresentado pela autora de forma muito real e honesta. “Um mais um” nos mostra toda a versatilidade de Jojo Moyes em criar histórias cativantes.


Érika Rodrigues

Também poderá gostar

2 comentários

  1. Gostei da resenha Érika. Só ouço ótimos comentários a respeito de Jojo Moyes e estou muito curiosa para conhecer suas obras. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. JOJO!!! *_* Linda e o livro provavelmente entra para a lista dos melhores. Já li dois dela e estou querendo ler esse também!

    Segui o blog, nos segue lá também? *_*
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir