[Resenha]: Jardim de Inverno (Kristin Hannah)

23:40

Titulo: Jardim de Inverno | Autora: Kristin Hannah | Editora: Novo Conceito | Páginas: 416 | Nota: 5 de 5



Sinopse: Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história. Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são. 



Comentários


Esse é o segundo livro da Kristin Hannah que tive contato e ainda não consegui chegar a uma conclusão exata se gostei mais de Jardim de Inverno ou de Quando Você Voltar. O certo é que a autora é uma contadora de histórias exemplar, dessas que ficam com a gente muito tempo depois de terminar a narrativa. 


Jardim de Inverno fala essencialmente sobre a família e como algumas experiências são capazes de moldar nossa personalidade. Na história conhecemos Meredith e Nina, na fase adulta, e Anya a matriarca fria e distante da família. 

A mãe, Anya, é a personagem mais complexa e capaz de intrigar o leitor até a última página. Anya é russa e tem um mistério envolvendo o seu passado que a deixou fria e aparentemente indiferente com relação às filhas. Essa questão representa algo que tanto o leitor como Nina e Meredith tem que desvendar. O único instante de ternura que a mãe demostrava as filhas era no momento em que contava um tipo de conto de fadas.

A frieza de mãe é suprida pelo pai que mantém a família unida. No entanto, quando ele morre, mãe e filhas precisam se reinventar dentro da estrutura familiar para conseguir viver em harmonia e cumprir as promessas feitas ao pai: as meninas prometeram se dedicar a conhecer verdadeiramente a mãe e Anya prometeu contar o conto de fadas até o fim. Somado a isso, as personagens enfrentam ainda suas próprias crises pessoais que envolvem perda, culpa, relacionamentos com filhos, crises no casamento e decisões profissionais.

Kristin Hannah cria uma narrativa tão bem estruturada e tão honesta e sincera que é impossível não se encantar com a história dessas mulheres que se desconstroem e se reconstroem a cada capítulo. Claro que a ansiedade por saber mais sobre o passado de Anya faz com que tenhamos vontade de ler rápido a fim desvendar o mistério, mas a trama pede uma leitura mais cadenciada para que a gente possa assimilar tudo que a história nos conta e de alguma forma nos ensina. Leitura mais que recomendada!



“Perder o amor é algo terrível – Mamãe disse suavemente -, mas virar as costas para ele é insuportável. Você vai passar o resto da vida repassando isso na cabeça? Imaginando se se afastou cedo demais ou com facilidade demais? Ou se vai algum dia amar alguém novamente com tanta profundidade.”
Página 311


Érika Rodrigues

Também poderá gostar

8 comentários

  1. Oi Érika!! eu tenho esse livro maia ainda não li. Gostei muito da sua resenha. Ainda não li nada da autora, esse será o primeiro título. Eu gostei bastante, mal posso esperar para ler, só não tenho data para isso! srsrsrs

    Beijinhos

    Mirelle - meumundoemtonspasteis.com

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da Kristin Hannah, mas adoro essa temática mais família e puxando um pouco para o drama! Sua resenha ficou linda e muito bem feita, então "Jardim de Inverno" já foi para a wishlist! Beijos!

    bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito interessada e curiosa!
    Mas queria saber se tem final "feliz" hauahuahuahauha
    Se elas conseguem se entender e saber os motivos que levaram a mãe a ser como ela é!
    Ok, parei HAUHAUAHUAHUAH lerei o livro!

    A Rainha, Ana P. Maia ♛ - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oláááá! nãão li nada da Kristin ainda!
    mas nossa. sua resenha me deixou suuuuper curiosa!
    afinal são tantass coisas a serem descobertas não é?! hahah
    tem como não querer saber mais?

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  5. Olá Érika, acho que eu sou a parceira mais ausente do mundo, desculpe por sumir assim.

    Nunca li nada da Kristin, mas esse livro me pareceu ser o tipo de livro que gosto de ler, uma leitura tocante com algo a ensinar, quem sabe esse não seja mais um dos livros que entrará para o roll dos livros que eu quero ler. ^^

    http://amolivrosdeverdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Você acabou me deixando curiosa sobre um livro que, se dependesse de mim, eu nunca leria. Hoje à tarde vou à livraria, e vou aproveitar pra dar uma chance a esse livro. Se eu gostar das primeiras páginas, vou comprá-lo. :)
    Te convido a conhecer meu blog:
    www.literasutra.com

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Kristin Hannah é a minha diva literária, Érika. HAHAHAHAHAHAHA A mulher me toca de um jeito tão especial, que é difícil explicar... difícil também dizer qual o melhor. Enfim, excelente livro, sem duvidas. :') Adorei sua resenha!

    Abraços.
    http://universoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Esse livro já tinha me ganhado pela capa que acho linda *-* além do nome ser cheio de interpretações e agora me ganhou de vez na parte do "segunda guerra" haha amo tudo relacionado a essa temática. E, com os seus comentários parece ser um livro realmente que prende, emociona, afinal experiencias de vida sempre nos simpatizam. Isso aliado a uma ótima e dosada escrita, fecha um bom livro. E fiquei mega curiosa para saber que conto de fadas é esse e o que aconteceu com essa história e com essa família.
    Beijooos!
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir