[Resenha]: O Duque e eu (Julia Quinn)

19:11

Título: O duque e eu | Autora: Julia Quinn | Editora: Arqueiro | Edição: 1 | Páginas: 288 | Nota: 4 de 5

Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.

Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.

Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.



Comentários


"- Sabe, eu achava que você ainda não tinha se casado porque seus irmãos haviam assustados todos os pretendentes, mas agora me pergunto se não fez isso sozinha."

Página 76

‘O Duque e eu’ é o romance de abertura da série ‘Os Bridgertons’ escrita pela Julia Quinn. Como é comum na maioria dos livros que dão início a séries, este traz, além da trama principal, uma grande apresentação dos demais membros da família que serão destaque ao longo dos outros livros. A trama desenvolvida por Quinn se enquadra no gênero ‘Romances de Época’. 

No livro, acompanhamos a história de Daphne – a mais velha dentre as mulheres. O ambiente é caracterizado pela grande temporada de bailes e eventos sociais em que moças e rapazes em idade para casar são apresentados e podem vir a desenvolver um romance. Daphne está participando da temporada de bailes pelo segundo ano, e embora seja considerada uma moça bonita ainda não havia recebido propostas decentes de casamento.

Em um desses bailes Daphne conhece Simon, o duque Hastings. O duque era bonito, rico e solteiro, porém tinha a fama de ser um dos maiores libertinos que Londres já vira. O encontro entre os dois é no mínimo inusitado já que Daphne não faz a linha “bonequinha”, tem uma personalidade forte e é bastante sagaz. 

Mesmo no início, a química entre Simon e Daphne é algo bastante presente, embora os dois tenham certa consciência de que um romance entre eles não seria algo possível. Primeiro Daphne era irmã de um grande amigo de Simon – Anthony – e depois por que os dois tinham planejamentos de vida divergentes, enquanto Daphne sonhava com um casamento e uma família grande, o duque tinha jurado não se casar.

O desenrolar da história segue muitos dos clichês característicos dos romances de época, no entanto a previsibilidade de alguns acontecimentos não atrapalha a narrativa. A grande sacada da história que Julia Quinn construiu está no próprio desenvolvimento da história e não em um final surpreendente.


"O que quer que fosse, não era feito de palavras, frases ou pensamentos conscientes. Era como se ela estivesse rodeada de cores. Tons de vermelho e amarelo, e uma mistura de laranja na qual ela e Simon se encontravam. Puro sentimento e instinto. Era isso. Nenhuma razão, nenhuma lógica, nada remotamente racional ou sensato.”

Página 164



Sobre a estrutura

A história é narrada em terceira pessoa e a autora consegue construir o enredo nos mostrando o ponto de vista de Daphne e de Simon sobre os acontecimentos. A linguagem é bem dinâmica e muito bem humorada o que com certeza contribui para uma leitura rápida. O carisma dos personagens também é algo que deve ser salientado, mesmo daqueles que ocupam posições secundárias no enredo, como é o caso de Violet – a matriarca dos Bridgertons.

Os capítulos possuem tamanho mediano e apresentam ótimas deixas para os capítulos seguintes, como, por exemplo, as crônicas da sociedade de Lady Whistledown. O início de cada capítulo traz uma dessas crônicas que nos dizem algo sobre o que será desenvolvido em seguida. O mais legal nesse caso é que nem os próprios personagens conhecem a cronista de fofocas que parece ter informantes em todas as casas de Londres. 

Mesmo sendo uma série centrada na família Bridgerton, o prólogo desse primeiro livro é dedicado a infância de Simon Basset. Achei a escolha da autora muito oportuna já que nos permite conhecer melhor o personagem e entender a razão de algumas de suas convicções.



Demais personagens


Como falei anteriormente ‘O Duque e eu’ é um livro de apresentação, e sendo assim conhecemos um pouquinho de cada um dos sete irmãos de Daphne e da personalidade de sua mãe (Violet). Dentre os personagens secundários, o que ganha maior destaque é Anthony – protagonista de’ O Visconde que me amava’, segundo livro da série.



Érika Rodrigues

Também poderá gostar

4 comentários

  1. AHHH Adorei esse livro
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Romance histórico não é um gênero que me desperte interesse (na verdade, eu não gosto muito de romances), mas vejo muita gente apaixonada por essa série da Julia Quinn.
    É sempre positivo quando um capítulo encerra deixando o leitor na vontade de ler o seguinte, ainda mais com esses livros lives e divertidos, a sensação (e a vontade) que dá é de ler de uma só vez :)
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Sou apaixonada pelos livros da Julia Quinn, já li todos que foram publicados e achei ótimo os livros tratarem de todos os Bridgerton.

    Ana P.M. ♛ Queen Reader - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adoro essa série, já li os 3 livros publicados no Brasil.
    Estou louca para ler os próximos.
    Bjs

    Amanda
    http://blog-emcomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir