Palavras de março #1

17:25

tumblr


Olá leitores,

Hoje resolvi criar um espaço para compartilhar o que eu li em cada mês. A coluna se chama 'Palavras do mês' e apresentará um resumo dos livros que eu tive a oportunidade de ler a cada 30 dias.

Como já comentei por aqui, as minhas férias aconteceram exatamente (e finalmente) no mês três, e sendo assim deu pra tirar bastante livro da estante e aproveitar o recesso das atividades acadêmicas para me jogar com tudo no mundo literário.

Ao todo, consegui finalizar a leitura de sete livros. Alguns já têm resenha aqui no blog e outros, pretendo fazer resenha em breve. Como o post ficou enorme resolvi dividir em duas parte. Vamos aos livros:

Livro lidos em março



Quando Você Voltar – Kristin Hannah

Comecei o mês finalizando meu primeiro contato com a obra da Hannah. Eu não conhecia a autora e este livro foi indicação (e um verdadeiro presente) da nossa parceira Fran, do Universo Literário

A narrativa conta a história de Jolene, piloto de helicóptero do exercito norte americano, e Michael, advogado, que estão passando por uma crise no casamento após 12 anos de união. Alheio à vida familiar, Michael está sempre mergulhado no trabalho, não dá atenção às duas filhas e não faz a mínima questão de apoiar a carreira militar da esposa. Até que Jolene é convocada para a guerra e ele se vê obrigado a ocupar papel central na família.

O que se segue é um ótimo e intenso conflito familiar permeado pelas dificuldades e traumas causados pela guerra. Vale destacar o trabalho de pesquisa da autora. Um livro excelente! Recomendo a leitura.

Quem é você, Alasca? – John Green

A minha segunda leitura do mês também representou um primeiro contato com o autor, que dessa vez foi o aclamado John Green. Como expliquei na resenha, resolvi começar por esse livro porque foi o título que mais me chamou a atenção. 

O enredo conta a história de Miles Halter, um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Adorei o livro e pra quem quiser saber mais é só dar uma olhadinha na resenha clicando aqui.


O lado bom da vida - Matthew Quick

Em seguida foi a vez de fazer a leitura de um título que já estava há muito tempo na minha estante, O lado bom da vida. A história criada por Matthew Quick gira em torno de Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. 

Bem, eu não gostei do livro, mas pretendo explicar melhor na resenha que será publicada na primeira semana de abril.

O post continua...



Érika Rodrigues

Também poderá gostar

0 comentários